3 dicas para redação nota mil

Blog
Reading Time: 2 minutes

Caso você não esteja lembrado medaholic, a melhores escolas médicas está aqui para refrescar sua memória e falar da importância que a redação tem para elevar sua pontuação na prova do Enem, e no texto de hoje vão 3 dicas para redação nota mil.

Não minta, jamais!

Os especialistas selecionados pelo Inep fazem a escolha do tema a partir de algum fato que impactou ou exerce influência sobre a sociedade no contexto atual, seja brasileiro ou internacional. 

O modelo de texto exigido na redação do Enem requer a capacidade de dissertar a respeito do tema proposto de maneira argumentativa. Isso quer dizer que o seu ponto de vista sobre aquele assunto precisa ser exposto de maneira clara, objetiva, mas principalmente, coesa. É preciso fazer sentido dentro do contexto geral.

O enunciado e os textos de apoio vão apresentar o tema da redação do Enem. Leia esses materiais com toda a atenção possível e evite utilizar os dados ou fatos desses textos, eles são apenas a base para o direcionamento (bem como hipóteses sem fundamentação teórica). 

Não passe de 30 linhas

Você deve escrever o seu texto em no máximo 30 linhas e no mínimo 8, para não ser eliminado. Porém, é praticamente impossível passar por todas as etapas do texto dissertativo-argumentativo com uma redação tão pequena!

Isso significa que você não chega a ter a nota zerada se você passar de 30 linhas na redação do Enem. Uma dica importante para você conseguir uma boa nota, segundo especialistas, é fazer um texto acima de 20 linhas.

Agora, é bom ficar ligado porque como mostramos no começo, um dos motivos frequentes para zerar a redação é parte desconectada do tema proposto. Para ir bem na redação do Enem, é importante que o seu texto tenha organização e raciocínio lógico. E isso nem sempre significa escrever muito. 

Se liga:

  • introdução: 1 parágrafo com cerca de 6 linhas;
  • desenvolvimento: 2 parágrafos com cerca de 7 linhas cada;
  • conclusão: 1 parágrafo com cerca de 6 linhas.

O que NÃO fazer na redação

Quase 96 mil estudantes zeraram a redação do Enem na edição de 2021, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Enem). O principal motivo que levou os alunos a terem a prova zerada foi redações em branco, representando 43.391 casos. Em seguida, fuga ao tema, em 28.408 casos. Os demais foram: cópia do texto motivador (7.551), texto insuficiente (6.215), não atendimento ao tipo textual (4.865), parte desconectada (2.818), e outros motivos (2.540).

Como você notou acima, a reprodução de trecho ou da íntegra do texto motivador, assim como a fuga do tema são alguns pontos que já vão te orientar sobre o que não pode citar na redação do Enem. Mas, eu separei outros pontos, confira: 

  • Desrespeito aos direitos humanos;
  • Linguagem coloquial;
  • Erros gramaticais (acentuação, ortografia, pontuação, etc);
  • Erros de concordância e regência verbal ou nominal;
  • Escrever um texto que não é coeso ou coerente;
  • Não detalhar a proposta de intervenção, etc.
  • Escrever o texto predominantemente em outro idioma que não seja português;
  • Inserir qualquer tipo de identificação fora do lugar designado para isso (assinatura, nome, apelido ou rubrica, por exemplo.
  • Inserir um trecho desconectado do tema no meio da redação;
  • Inserir desenhos ou outras formas não verbais no texto.

Siga as dicas, pratique bastante a redação, e quando bater a dúvida vem reler essas 3 dicas para redação nota mil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Ver Todas
Blog

Vem conferir os próximos vestibulares de medicina

Blog

Entenda tudo sobre a redação e tire nota 1000

Blog

Educação como investimento: Por que é importante investir na educação?

Cadastre-se e garanta o melhor guia
para a sua aprovação em medicina