Cinco dicas infalíveis para manter uma rotina de estudos

Blog
Reading Time: 4 minutes

Minha gente, a internet está cheia de fórmulas e dicas para desenvolver uma rotina de estudos eficiente, inclusive, aqui no portal, temos uma série de matérias que tratam desse assunto. Por sinal, vou deixar todas elas elencadas no final dessa conversa. Mas, vamos ser sinceros com nós mesmos: não existe fórmula mágica. Eu sei, estudar nem sempre é a atividade mais incrível do nosso dia, mas ela é necessária. Então façamos como a Anitta e “I keep faking love […] I been faking love, it’s true” e sigamos com a nossa vida a partir da construção de uma rotina de estudos que equilibre o ônus e o bônus para cada um de nós.

Dica número 1: Você não é todo mundo

Tá difícil de acreditar que começamos essa conversa assim? Então vamos aprofundar um pouco mais: cada necessidade e objetivo de estudo é individual, assim como as rotinas, manias e lógicas. Já coloque na cabeça que nesse rolê aqui não existe certo e errado, mas sim o que é ou não eficiente para você. Então vamos começar esse processo com a ajuda dos universitários? A minha dica é: inicie um processo terapêutico. Se você já começou, ótimo! Bate um papo com o profissional de psicologia que te atende e trace seus objetivos pessoais e liste os itens indispensáveis em sua rotina pessoal. Vamos ser justos conosco. Para quê abrir mão do que mais gostamos na nossa vida se podemos conciliar? Agora fica o treinamento mental diário para ser disciplinado ou disciplinada. Este é um compromisso pessoal e intransferível.

Dica número 2: Crie o seu planejamento

Esqueça essa história de buscar na internet por um modelo pronto. Lembre da primeira dica: você não é todo mundo, e é por isso que não existe um modelo pronto que atenda às suas necessidades. Pense no seu dia, nos seus objetivos e sua rotina (previamente discutidos com o seu profissional de psicologia) e vamos atrás de um sistema que te auxilie na organização da sua rotina de estudos.

Vamos começar com o básico? Um caderno pode ser uma ferramenta importantíssima para o seu planejamento. Faz uma lista dos seus objetivos, mas tem que ser uma lista bem sincera com o que é possível ser feito. Não pense no número de itens, mas se os itens são possíveis de serem resolvidos.

Ordene a sua lista do mais simples ao mais complexo, pois quando lidamos com listas, a sensação de cortar um dos itens é extremamente satisfatória. Outra ferramenta interessante para se trabalhar é o Planner. Por sinal temos algumas opções de planners lá em nossa página de mimos, todos gratuitos. Ele te ajudará a se organizar a partir de uma rotina pré-formatada. Na hora de escolher um para você, avalie o que tem uma organização mais próxima à sua realidade.

As ferramentas do Workspace do Google também ajudam bastante. Você pode trabalhar com os documentos, planilhas, agenda… existem vários recursos que podem se complementar. Mas caso você seja uma pessoa ousada, você pode usar o Notion, uma ferramenta online e gratuita cheia de recursos que pode te ajudar bastante nesse processo.

Então, escolha o recurso levando em consideração o tempo que vai gastar na organização, a facilidade de acesso e a praticidade no uso.

Dica 3: Defina o seu método de estudos

Existem vários métodos de estudos, mas você precisa ter bem claro em sua mente que o melhor método é aquele que é eficiente para você. Você pode conferir alguns deles na matéria Organize a rotina com o método de estudo ideal!

Que fique bem clara uma informação: você pode fazer uso de diversos métodos ao mesmo tempo, assim como abandonar aqueles que não estão sendo eficientes para você.

Dica 4: Mantenha um dia dedicado à organizar a rotina da semana

Pois é, o mundo não se acabará se você parar por um dia para montar a sua rotina de estudos funcional. Deixe bem claro sempre as suas dificuldades, os momentos de revisão e sempre dê uma atenção especial aos assuntos que mais caem nos últimos anos das seleções. A sua rotina de estudos não precisa ser de domingo a domingo e nem começar na segunda. Se para você o melhor dia é na terça, comece nela. Os horários também devem ser estabelecidos de acordo com o seu rendimento. Existem pessoas que são diurnas e outras noturnas, então concentre seus estudos no horário que mais renda para você.

Não caia na besteira de comparar a sua rotina com a do colega. Como está lá na dica 1, você é um indivíduo com características únicas. Seu rendimento é só seu e o tempo de dedicação eficiente também é único.

Nesta competição o que vale não é a velocidade e sim a eficiência.

Dica 5: Não enlouqueça!

Seu cérebro precisa ser estimulado constantemente. Não use-o apenas para os estudos, execute atividades prazerosas, isso vai fazer com que ele contribua mais com os seus objetivos.

Deixe de lado as nóias e vai passear, fofocar com a família, assistir à série ou filme que deseja… enfim, faz atividades que te dão prazer. Equilibre as obrigações com o lazer! Pode ter certeza de que o seu rendimento vai melhorar e muito.

Quer ver outras dicas?

Separei uma lista de matérias relacionadas a este assunto que podem te despertar outros insights sobre a sua construção de rotina de estudos funcional.

Rotina de estudos: entenda como ela pode ajudar na aprovação

Medicina: rotina de estudos e a graduação, dá para conciliar?

Processo seletivo para Medicina: como é a rotina de estudos?

Quanta distração! Como organizar a rotina de estudos em casa?

Ano novo, vida nova, mas o foco nos estudos é o mesmo!

Chocolate, bom para os estudos?

Dietas que ajudam a melhorar o desempenho nos estudos

Estudar para medicina: como ser produtivo? Confira!

Como estudar para medicina sozinho? Confira as melhores formas!

Como passar em Medicina: saiba como gravar os conteúdos!

Depois dessa maratona de matérias, corre lá no perfil do insta e comenta sobre como você pretende organizar a sua rotina de estudos funcional.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Ver Todas
Blog

Vem conferir os próximos vestibulares de medicina

Blog

Entenda tudo sobre a redação e tire nota 1000

Blog

Educação como investimento: Por que é importante investir na educação?

Cadastre-se e garanta o melhor guia
para a sua aprovação em medicina