Dica da semana: Saiba o que estudar para medicina em ciências da natureza

Blog
Reading Time: 2 minutes

Se você nos acompanha por aqui, sabe que adoramos dar dicas de como você pode melhorar seu desempenho nos estudos para passar em medicina. E a dica de hoje é o que estudar em ciências da natureza.

Não é só sobre quais assuntos e conteúdos, é como criar uma estratégia, um planejamento, para te ajudar nessa jornada. Até porque sabemos que são muitos conteúdos e não dá para dar conta de tudo. Fato! relaxe medaholic, não precisa ficar nervoso achando que para passar em medicina você precisa virar um computador ambulante, ou ser a própria biblioteca do conhecimento.

O que estudar para medicina em ciências da natureza?

  • Física: Termologia, eletricidade, cinemática, energia, magnetismo, ondulatória. (fique atento a questões interdisciplinares, como termologia e calorimetria).
  • Biologia: Ecologia, fisiologia humana, biologia molecular, biotecnologia e genética.
  • Química: Ligações químicas, tabela periódica, polaridade, eletroquímica, polaridade, cálculos estequiométricos, separação de misturas.

Estes são assuntos mais recorrentes, segundo os professores das respectivas disciplinas, Alan Soares, Digenal Cerqueira, e Augusto Heine. Pronto, agora que já passamos o pente fino nos assuntos mais recorrentes das disciplinas que englobam ciências da natureza, vamos ao próximo tópico.

Saiba mais sobre os assuntos de ciências da natureza.

Como estudar Ciências da Natureza.

1- Quais assuntos mais recorrentes

Sendo redundante, já que citamos acima alguns conteúdos, é preciso ficar ligado nos assuntos que caem com mais frequência, a chance de você dominar o assunto e acertar na hora da prova crescem quando você entende quais são os conteúdos mais cobrados.

2- Habilidade leitora

Sim, a prova é de exatas, mas a habilidade leitora precisa estar sempre presente. Por quê? Segundo Camila Ferreira, especialista em TRI, quando você domina a habilidade leitora, suas chances de acertar mais questões aumentam. Você entende o enunciado da questão, já lembra do determinado assunto, e principalmente se a questão for com gráficos, e tabelas, saber interpreta-las, lê-las é muito importante. A resposta pode estar ali mesmo, e você não precisa ficar batendo cabeça, certo?

3- Refaça provas antigas

Essa dica é batida? Sim! Mas é muito importante. Dessa maneira você fica íntimo da prova (caso seja a sua primeira vez), já sabe como funciona a prova, fica por dentro dos conteúdos, e sabe como está seu desempenho. Quais são os seus pontos fracos (que precisam melhorar) e seus pontos fortes (que precisam de manutenção).  Estude por provas antigas. 

4-Interdisciplinaridade 

Bem recorrente, principalmente na prova do Enem. Química está em todos aspectos do cotidiano, então é bem provável que algum conteúdo de química esteja nas outras provas. É preciso estar atento.

5- Cronograma de estudos

Outra coisa que não cansamos de falar! Monte um cronograma de estudos, monte o que você vai estudar, quando você vai estar e quantas horas você vai estudar, dessa maneira você não acumula matéria, e conseguir seguir um fluxo leve nos estudos.

6- Preste atenção no Edital

No Edital estão todas as informações sobre a prova que você vai fazer. Quais assuntos cobrados, o peso de cada disciplina para o curso de medicina. É um bom norte para o foco nos seus estudos.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Ver Todas
Notícias

Neuralink e a medicina

Blog

Desistir não é uma opção

Notícias

Vestibular da Fuvest 2023 sofre mudanças pela USP

Quero saber tudo do mundo Med!