Enem: estratégias de estudos com pesos das universidades

Blog
Reading Time: 2 minutes

Na dúvida de estuda só para o enem, ou se estuda só para provas de vestibulares diretos?

Te entendemos medaholic, parece que você não vai dar conta de tudo né, fica naquela indecisão para o que se dedicar, e você quer ampliar suas chances para entrar numa escola médica né?

Não sabemos ler pensamento, mas te entendemos, e por entender tão bem, preparamos esse post hoje para você aproveitar melhor os seus estudos.

Unindo estudar para o Enem aproveitando o peso das disciplinas para as universidades:

  1. Conheça o edital da prova de vestibular.

Lá no edital você vai achar tudo o que você precisa saber sobre a prova. Metodologia, pesos das disciplinas, assuntos, leitura obrigatória, entre outas coisas.

  1. Matemática é matemática em qualquer lugar do mundo.

Não só matemática, mas os assuntos que você aprende durante o ensino médio são os mesmos seja no Enem, ou em vestibular direto.

O que vai mudar são os pesos das disciplinas e a estratégia da prova.

  1. Estratégia do enem que podem te ajudar.

Estudar respondendo provas antigas, é a melhor maneira de aprendizado que o aluno pode ter. Estudar por questões é de grande valia, lembrando que se você ainda está “cru”, não tem domínio nos assuntos de base, provavelmente você não terá um bom desempenho.

E resolver questões te dá uma base dos conteúdos que você sabe, e dos que você não sabe e precisa melhorar. Além disso, você familiarizar-se com a prova, entende como resolver as questões da prova do Enem e do vestibular direto.

Outro ponto importante em estudar para o Enem, é que você adquire habilidade leitora, isso vale muito também na prova de vestibular direto. De nada vai adiantar você saber o conteúdo se você não dominar a habilidade leitora, e o que é isso?

É o domínio da linguagem da prova que você quer fazer, se você consegue entender o que o enunciado da questão quer, otimize seu tempo naquela questão e sua chance de acerto é bem maior.

  1. Não se sobre tanto, alivie a pressão, e aproveite o seu melhor rendimento

A quantidade de questões resolvidas não importa viu? Você tem que se preocupar em entender o que foi que você errou, porque você errou, não adianta resolver 50 questões de você não identificar quais você errou, quais acertou e ter um diagnóstico.

Além de gerar um desânimo, porque você vai responder várias questões, depois vai ver o resultado, e talvez não seja positivo. Ao invés de se cobrar com a quantidade de questões no seu estudo por provas antigas, faça análise da questão que você errou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Ver Todas
Blog

Importância do sono para os estudos

Notícias

A Alexa imitando vozes de pessoas mortas?

Notícias

Maior bactéria do mundo é descoberta e surpreende cientistas

Quero saber tudo do mundo Med!