Rotina de estudos: entenda como ela pode ajudar na aprovação

Blog
Reading Time: 4 minutes

Existem pessoas que estabelecem rotinas só para alguns eventos específicos da vida, outras que se sentem perdidas e não funcionam de jeito nenhum sem uma rotina, ainda existem as que não conseguem manter nenhum tipo de rotina e acabam se perdendo totalmente nelas, como eu. É possível criar rotina (ou não) para tudo na vida, mas vamos focar na dos estudos. 

 

Você já deve ter ouvido algum estudante de concurso ou vestibular falar sobre a rotina de estudos deles. Mas porque será que elaborar e seguir uma rotina bem estabelecida é tão importante para quem deseja ter bons resultados no processo de aprendizagem? Vamos por partes.

 

  • O que é uma rotina de estudos?

Desde o começo do nosso processo de ensino aprendizagem, quando começamos a frequentar a escola, nos é estabelecida uma rotina. A escola define horários para chegar na escola, para o início das aulas, para o intervalo, e para ir embora. 

 

Essa é uma rotina básica que seguimos quase mecanicamente, mas o grande desafio é manter uma rotina de estudos fora do ambiente escolar. Isso porque, organizá-la e mantê-la por conta própria não é uma tarefa nada fácil. 

 

  • Qual a importância de uma rotina de estudos?

A rotina de estudos funciona como uma espécie de mapa que funciona como um passo a passo, um guia para o estudante seguir e organizar seus estudos sem se perder. Além disso, permite que o estudante crie a sua própria autonomia e aprenda a conciliar os acontecimentos e obrigações do seu dia a dia, com os estudos. 

 

A prática de estudar começa a se tornar um hábito e, quando a rotina é organizada de forma saudável, o estudante consegue absorver os conteúdos com mais eficiência, sem sobrecarga. 

Aqui vai uma lista que eu sei que vocês gostam:

 

  • Ajuda a ter foco
  • Aumenta a autoconfiança e autonomia
  • Amplia a capacidade de concentração
  • Eleva a produtividade e desempenho 
  • Evita a sobrecarga

 

  • A melhor rotina para passar no vestibular  de Medicina

Eu sei que você já deve ter ouvido falar em rotinas milagrosas para passar em Medicina, mas a verdade é que nem sempre a rotina que serviu para uma pessoa vai servir para outra. É algo muito pessoal, que precisa ser ajustada de acordo com as particularidades de cada um. 

 

 

Por exemplo, existem pessoas que se concentram melhor à noite e outros pela manhã. Além disso, também há variação no ambiente em que vivem e no método de aprendizagem que funciona para cada um. 

 

 

Por isso é extremamente importante que o estudante se conheça. Conheça como seu cérebro e seu corpo funcionam e, caso não queira criar uma rotina do zero (que é complicado mas não impossível), pode adaptar algumas outras rotinas já prontas para a realidade dele. 

 

Além disso, falando sobre organização de conteúdos, há uma certa variedade quando se trata de vestibular. Pois o estudante precisa saber os conhecimentos exigidos em cada instituição. Então não adianta querer estudar várias coisas e esquecer dos assuntos que o vestibular que você vai prestar pede. 

 

No nosso site temos planners diversificados, pensados cuidadosamente para a identificação com o máximo de vestibulares e pessoas possíveis. Você pode começar a criar a sua própria rotina através deles. 

 

Você também não pode esquecer de incluir espaços para descanso e recuperação das horas de estudo. Um bom filme, uma série, um jogo ou até um livro vão te ajudar a espairecer e recarregar as baterias para encarar essa nova rotina. Lançamos aqui nossas últimas dicas de filmes e séries, vai lá conferir.

 

  • Rotina de estudos para a faculdade

 

Agora o papo é com o mediciner aprovado. Se você achava que o difícil era só passar no vestibular, preciso te dizer que o curso é tão ou mais complicado. Isso porque o curso de Medicina é o mais longo e com maior quantidade de conteúdo. Por isso, a rotina de estudos segue sendo indispensável. 

 

Aqui vai mais uma lista:

  • Crie a sua rotina de acordo com a sua matriz de estudos; 
  • Avalie as matérias que você tem mais dificuldade e que exigem mais tempo e concentração; 
  • Organize-se para as revisões e nunca deixe acumular matéria até o dia da prova;

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Ver Todas
MEM Responde

Qual o valor do curso de Medicina em Goiás?

Blog

História do Aprovado: Universidade Federal de Sergipe – Campus Lagarto

Blog

Saúde Mental e Estudos: como não se cobrar demais

Quer o MEM na palma da mão?