Sisu: Notas de Corte

Blog
Reading Time: 2 minutes

Na corrida das notas de corte e notas do Enem, tenha calma, relaxa, respira e vamos entender como o peso da sua nota e como ela pode te ajudar no Sisu.

Analisar sua nota e o curso que você quer de acordo com a sua nota e avaliar o que realmente está ao seu alcance. Informações valiosas para conhecer as regras do jogo. E não desperdiçar a nota, ou seja, não é suficiente para instituição X, mas pode servir para instituição Y.

Saiu a nota, aí vou fazer a análise de alegria, luto (crying) ou esperança hahaha

Vamos falar de esperança? Temos que conhecer os pesos, por quê? Porque se você não sabe ou entende tanto sobre a note de corte, conhecendo o peso da nota que você tirou, você pode se jogar em instituições que aceitam sua nota, e sofrimento amenizado né caro estudante? Outra coisa, a galera fica muito ansiosa em como calcular a nota média. Calma!

Esse é um calculo individual por universidade, por quê?

Porque cada universidade tem a liberdade de fazer a distribuição de notas da maneira como quiser.

Por exemplo: a UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS, tem peso 1 para todas as provas, uma média aritmética simples, já em outras universidades é média ponderada.

Se liga nesse ponto importante:

É fundamental pesquisar qual universidade você quer, levando em consideração essa variação dos pesos, assim você consegue jogar sua nota de maneira mais assertiva.

Como assim?

Se você teve uma nota melhor em Natureza, muitas faculdades de medicina colocam o peso em natureza, ou seja, suas chances são melhores, optando por esse tipo de cartada no jogo dos pesos das notas. Está pensando que para entrar em medicina é só estudar? Haha tem que ser bom em estratégia também.

Veja mais sobre o Sisu:

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Ver Todas
MEM Responde

Qual o valor do curso de Medicina em Goiás?

Blog

História do Aprovado: Universidade Federal de Sergipe – Campus Lagarto

Blog

Saúde Mental e Estudos: como não se cobrar demais

Quer o MEM na palma da mão?