Quanto custa a mensalidade da faculdade de Medicina na Bolívia?

MEM Responde
Reading Time: 4 minutes

Para os medaholics que estão considerando a possibilidade de ingressar numa Escola Médica no exterior, este post do MEM Responde mostra quanto custa a mensalidade da faculdade de Medicina na Bolívia e “otras cositas mas” sobre a graduação neste país da parte central da América do Sul.

Alcançar o tão sonhado diploma médico no Brasil é um desafio e tanto. Para trilhar este caminho, o estudante tem as opções de vencer a concorrência pelas vagas nas universidades públicas, fazer um elevado investimento em mensalidades que vão de R$6 mil a R$ 12 mil nas universidades particulares ou conseguir uma das bolsas de estudo que algumas dessas Instituições de ensino oferecem seja por programas de crédito ou iniciativa do governo federal.

Em qualquer uma delas, o planejamento e a dedicação para conseguir ingressar numa das cadeiras da graduação médica brasileira são enormes. Esse contexto explica o número crescente de brasileiros que buscam maneiras de estudar em países vizinhos, onde quase sempre o acesso nas universidades é facilitado e as mensalidades bem mais ‘atrativas’ para o orçamento. Fazer faculdade de Medicina na Bolívia tem sido uma das alternativas mais procuradas e, por isso, nós vamos te contar quanto custa a mensalidade.

Faculdade de Medicina na Bolívia

Atualmente, estima-se que existam pelo menos 20 mil estudantes brasileiros em diferentes universidades bolivianas, mas elas são velhas conhecidas nossas, pois desde a década de 1980 há brasileiros cruzando a fronteira para estudar numa Faculdade de Medicina na Bolívia.

Considerado um dos países mais baratos da América do Sul, a Bolívia é pode ser vantajosa para brasileiros em muitos aspectos e o ensino superior é um deles. Isso porque, além da oferta de vagas, a maioria das faculdades de Medicina cobra mensalidades que variam entre R$700 e R$1.200.

Alerta de mimo! Organização de estudos: Sobrevivendo ao Multiverso Med

É possível encontrar valores fora deste intervalo, tanto para mais quanto para menos. Por exemplo, a UDABOL (Universidade de Aquino Bolívia), a maior do país, cobra uma mensalidade de R$787 sendo R$ 300 de práticas hospitalares.. Já a Univalle, por exemplo, que é considerada uma das mais caras do país, tem mensalidades iniciais em torno de R$1.800.

Agora que você já sabe quanto custa a mensalidade de Medicina na Bolívia, eu sei que deve ter despertado algumas outras curiosidades sobre como é a graduação no país. Confira o ping pong que elaborei:

Como ingressar numa Faculdade de Medicina na Bolívia?

Nas universidades públicas da Bolívia não é preciso prestar vestibular, nem nenhuma outra prova de entrada. Já nas faculdades particulares, os processos seletivos são opcionais e, em geral, não são aplicados.

Sendo assim, os alunos só precisam fazer a matrícula e reunir a documentação necessária, que basicamente são o histórico escolar e certidão de nascimento, além do visto de residência.

Mas atenção: as Faculdades de Medicina na Bolívia exigem que estudantes estrangeiros façam cursos preparatórios e tenham boas notas ao longo da graduação.

Desde maio de 2018, quando entrou em vigor a Convenção da Apostila da Haia, não é mais necessário que brasileiros validem seus documentos nos consulados para apresentar às universidades bolivianas. Isso porque os dois países são signatários desse acordo internacional.

A legalização dos documentos brasileiros nos consulados boliviano foi substituída pelo “apostilamento” dos documentos, que nada mais é do que uma certificação com selo em um papel especial. Os órgãos habilitados para apostilar documentos no Brasil são cartórios e tabelionatos. No site da Corregedoria Nacional de Justiça, tem um buscador que mostra onde fazer apostila de Haia em cada cidade/estado.

É possível conseguir bolsas de estudos?

A maioria das Faculdades de Medicina da Bolívia oferece algum tipo de bolsa ou apoio social nas mensalidades. Cada instituição adota requisitos específicos, mas separei alguns exemplos. Confira:

A UPAL (Universidad Privada Abierta Latinoamericana) tem bolsas de 30% de desconto nas mensalidades para os alunos que se destacam em habilidades artísticas, acadêmicas ou culturais. Para aqueles estudantes que representam a UPAL em modalidades esportivas, a bolsa pode chegar a 50%.

A UCEBOL (Universidad Cristiana de Bolivia) oferece bolsas de estudo de estímulo ao desenvolvimento do talento, a criatividade, o desempenho acadêmico e o compromisso social de seus alunos. São premiados desde aqueles que tiverem boas médias do Ensino Médio até os que levam novos alunos para a universidade.

Também é possível encontrar faculdades de Medicina na Bolívia que oferecem bolsas parciais para famílias que têm mais de um integrante matriculado, ou alunos que participam de projetos de pesquisa, por exemplo.

O diploma de Medicina na Bolívia é aceito no Brasil?

Para exercer a Medicina no Brasil, o estudante que concluir a Faculdade na Bolívia deve se submeter ao procedimento de revalidação do diploma em território brasileiro, como os profissionais formados em qualquer outro país. Existem duas formas para fazer isso:

A primeira é realizar a revalidação por uma universidade pública brasileira que tenha o curso do mesmo nível. Cada instituição de Ensino tem seu próprio processo, que costuma envolver exames de alto nível.

A segunda maneira, e também a mais habitual, é realizar o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos, o Revalida. No entanto, ela não é uma prova mais fácil e, em edições recentes do Revalida, apenas cerca 30% dos estudantes com diplomas bolivianos foram aprovados no exame.

Qual o custo de vida na Bolívia?

Em geral, o custo de vida na Bolívia é bem parecido ao do Brasil e ele pode variar bastante dependendo da cidade escolhida.

Segundo o site Expatistan, a Bolívia é o quarto país mais barato da América Latina. O aluguel de uma kitnet, por exemplo, gira em torno dos R$ 1.136,00; já o aluguel de um apartamento de 85m2 ficaria em torno de R$ 1.773.

Em relação à alimentação, os preços na Bolívia são tradicionalmente mais baratos que no Brasil. Em geral, pode-se dizer que com um orçamento entre R$ 1.500 e R$ 2.000 um estudante consegue viver na Bolívia.

É isso, medaholic. Agora, me diz o que você achou da mensalidade da faculdade de Medicina na Bolívia. Tô esperando seu comentário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Ver Todas
Notícias

Neuralink e a medicina

Blog

Desistir não é uma opção

Notícias

Vestibular da Fuvest 2023 sofre mudanças pela USP

Quero saber tudo do mundo Med!