A Alexa imitando vozes de pessoas mortas?

Notícias
Reading Time: 3 minutes

“Alexa, ligue a luz!”. A tecnologia da Amazon nitidamente facilitou a vida das pessoas e deu uma cara mais sci-fi ao cotidiano. Um comando de voz e o que você precisa é atendido. Por pouco não podemos chamar a Alexa de gênio da lâmpada. Mas e se eu disser que a Alexa daqui a pouco vai estar imitando vozes? Tem mais… e seu eu disser que daqui a pouco ela vai estar imitando vozes de pessoas que já morreram?

 

Vamos te explicar

O vice-presidente sênior da Amazon e cientista-chefe da inteligência artificial da Alexa, Rohit Prasad, apresentou uma nova função experimental da assistente virtual. A imitação de voz de pessoas mortas. O objetivo dessa nova função é tentar diminuir a dor do luto e fazer com que as pessoas queridas ainda continuem fazendo parte da nossa vida. A tecnologia com certeza deixou algumas pessoas de queixo caído.

A tecnologia ainda não tem data de lançamento.

 

E como foi a apresentação?

Durante a apresentação da Amazon no evento anual, MARS, Rohit Prasad divulgou a nova tecnologia em progresso. Prasad apresentou um vídeo onde um garoto pede a Alexa para que sua avó, já falecida, termine de ler um livro. A Alexa consente e pronto… A “avó” do garoto está lendo de forma humanizada. E o que tem demais nisso? Só foi necessário 1 MINUTO DE ÁUDIO da avó para isso.

 

Confira:

 

Bot de inteligência artificial adquire consciência

 

De acordo com Rohit a tecnologia utiliza a conversão de voz e não a geração de voz para conseguir transmitir a voz de alguém. A Alexa já havia utilizado a voz de alguns artistas, mas para isso eram necessárias horas e mais horas de gravações em estúdios.

“Estamos inquestionavelmente vivendo no era de ouro da IA (Inteligência Artificial), onde nossos sonhos e ficção científica se tornam uma realidade. Estou otimista nesse ambiente… Inteligência habilitada por meio de avanços em IA generalizável enriquecerá a vida cotidiana de todos em todos os lugares. Obrigado.” finalizou o cientista-chefe.

 

Parece que estamos chegando em um nível Black Mirror, não é mesmo? Mas essa tecnologia gera muitas discussões interessantes. Me acompanhe.

 

A principal preocupação é a utilização desse recurso para a disseminação de Fake News. Hoje em dia é relativamente fácil distorcer informações e produzir conteúdos falsos que promovem a desinformação. Tecnologias como o Deep Fake já são utilizadas para criar conteúdos falsos e até se passarem por outras pessoas.

Um cidadão se passou pelo prefeito de Kiev em uma conferência oficial. Confira→

 

O Deep Faker utiliza uma subclassificação de Inteligência Artificial chamada de deep learning. Essa inteligência coleta dados e algoritmos para criar padrões. Basicamente ele aprende, com base no conteúdo, a imitar gestos e trejeitos de uma pessoa.

 

O próprio criador do Facebook, Mark Zuckerberg, foi vítima do Deep Faker:

 

Imagine essa tecnologia atrelada ao novo recurso da Amazon? Certamente seria mais difícil identificar um conteúdo original e um conteúdo alterado.

 

Por trás do meme: Ratanabá X Fake News

 

Momento Black Mirror

Para não dizer que a vida não imita a arte, uma tecnologia como essa já foi apresentada em um episódio da série Black Mirror. O episódio em questão é o “Be Right Back” – Episodio 1 / 2° temporada. Neste episódio, Ash sofre um acidente fatal e sua esposa é apresentada a um software que permite que ela se comunique com o falecido. O Software coleta dados de conversas e vídeos/áudios para replicar o comportamento de Ash. Vimos isso em algum lugar, não foi?

 

be right back black mirror

Será que veremos a Alexa imitando vozes ainda esse ano?

 

Confira outros conteúdos que podem te interessar:

Classificação Internacional de Doenças. Conheça a CID

Maior bactéria do mundo é descoberta e surpreende cientistas

Neuralink e a medicina

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Ver Todas
Blog

Entenda sobre antiguidade clássica para o Enem

Blog

Apps que ajudam a aumentar sua produtividade

Sala de Espera

A IMPORTÂNCIA DA INFRAESTRUTURA PARA A MEDICINA – SALA DE ESPERA #18

Cadastre-se e garanta o melhor guia
para a sua aprovação em medicina