Competência 1 e 2: O que é preciso para arrasar na redação

Blog
Reading Time: 4 minutes

As 5 competências são o terror na vida dos vestibulandos,  já que cada uma possui especificidades únicas, inclusive a Competência 1, e entendê-las é a chave para quem quer tirar nota máxima na redação. Assim, a galera que quer Medicina precisa estar antenada aos detalhes, pois já sabemos que cada pontinho adquirido é de extrema importância para a aprovação. 

Nesta serie de textos, você vai saber mais sobre as especificidades de cada uma das competências exigidas, como:

  • Domínio da escrita formal da língua portuguesa

O que é avaliado neste critério, você pergunta, e a melhores escolas médicas responde: o avalidor vai analisar se você está por dentro do uso correto da ortografia, acentuação, uso do hífen, separação silábica, concordância verbal e nominal, verbo, pontuação, uso de pronomes, crase, ou seja, logo você precisa dominar o português, o básico que aprendemos desde o início da nossa vida escolar. 

  • Compreender o tema e não fugir do que é proposto

A principio vamos ser diretos, nada de “viajar na maionese” ou “encher linguiça”, se você não estiver afiado com o tema e como escrever uma boa redação, consequentemente não vai conseguir desenvolver o texto e sua nota vai lá para baixo. Sua habilidade de leitura integrada e escrita serão testadas.

  •  Argumentos em defesa de um ponto de vista 

Compreendeu o tema? ótimo! Agora você precisa ter argumentos para defender a ideia que você está escrevendo. Tenha coerência, clareza e objetividade do que você está escrevendo. E nada de “achismos”, tenha embasamento e organize suas ideias.

  • Conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação

Aqui o avaliador vai conferir a estrutura lógica do seu texto, se você sabe usar os conectivos de coesão para construir seu texto. Como assim: a introdução, o desenvolvimento e a conclusão precisam conversar entre si, não podem fugir do tema proposto e precisam se complementar. 

  • Respeito aos direitos humanos

Sua conclusão é a sua solução para o problema, precisa respeitar os direitos humanos, entretanto, a elaboração de uma proposta de intervenção na prova de redação representa uma ocasião para que o candidato demonstre o preparo para o exercício da cidadania.

Confira especificidades das competências 1 e 2 abaixo

Como funciona a Competência 1?

Sob o mesmo ponto de vista, engana-se quem pensa que a gramática não cai na redação. Se você não tiver antenado às regrinhas, pode até zerar na competência 1. No geral, cada uma delas possui seis níveis, os quais correspondem a + 40 pontos cada um, então, dependendo da quantidade de desvios gramaticais, o vestibulando tem a sua nota diminuída em – 40 pontos: 

  • 0 Nível: 00 pontos – Desconhecimento total da linguagem formal;
  • 1 Nível: 40 pontos – Pouco domínio da linguagem formal e muitos desvios gramaticais e diversas falhas sintáticas;
  • 2 Nível: 80 pontos – Desvios gramaticais e falhas sintáticas recorrentes;
  • 3 Nível: 120 pontos – Alguns desvios e algumas falhas sintáticas;
  • 4 Nível: 160 pontos – Poucos desvios e poucas falhas sintáticas;
  • 6 Nível: 200 pontos – Nenhum ou dois desvios gramaticais e uma ou nenhuma falha sintática.

Nesta competência, como você viu acima, o corretor vai avaliar principalmente se você domina a linguagem formal, ou seja, evite trazer gírias, palavras de baixo calão, internetês e vícios de linguagem. Lembre-se que é preciso estar atento às diferenças entre a linguagem informal, usada geralmente quando estamos entre amigos/familiares; e a formal, usada diante de ambientes que não retratam familiaridade.


Redação Nota 10: Tudo o que você precisa

Qual a diferença entre os desvios gramaticais e as falhas sintáticas?     

Já de antemão, os desvios gramaticais estão mais relacionados à acentuação, ortografia, translineação, concordância verbal e nominal…

Já as falhas sintáticas estão relacionadas à construção dos períodos e dos parágrafos. O corretor vai avaliar, por exemplo, se seus períodos estão ou não truncados e fluidos.  

Competência 2

Sabia que desrespeitar as regras da Competência 2 pode fazer você zerar a sua redação por diversos fatores?

Aí vão alguns deles: é a partir desta competência que os corretores vão avaliar se você copiou muitas informações dos textos motivadores, se o tema foi tangenciado ou se a estrutura do tipo textual está correta. Ufa! Muita coisa, né?! Mas pode ficar tranquilo, Medaholic, que vamos falar sobre cada uma destas questões de maneira mais detalhada a seguir. Então, acompanhe aí. 

Não tangencie o tema

Uma galera acaba zerando nesta competência e em todas as outras porque foge do tema ou aborda apenas uma pequena parcela dele. Para que você não passe por isso, a dica de hoje é: leia todos os textos motivadores, pois é através deles que você vai ter uma noção maior e mais ampla do tema. Afinal as palavras que o compõem podem fazer realmente com que o candidato se atrapalhe na hora de fazer o texto.

Copiar dos textos motivadores 

Mais uma vez: a importância de entender o valor dos textos motivadores. Você não vai zerar a sua redação se copiar um trecho ou outro do que está escrito ali, desde que referencie as informações, obviamente, mas vai perdendo pontos à medida que vai copiando demais. Além disso, também não vai conseguir nota máxima nesta competência se não trouxer um repertório sociocultural de fora, ou seja, se você for copiar uma informação ou outra dos textos motivadores, complemente-as com dados ou citações válidas que não estão ali.   

Repertório sociocultural bem feito: 200 pontos na competência 2

Por falar em repertório sociocultural, você sabe o porquê das redações quererem tanto que o candidato traga conhecimentos de fora? 

Em uma dissertação-argumentativa, o maior objetivo é defender uma tese, ou seja, um ponto de vista, para isso, nada melhor do que comprovar que aquilo que estamos defendendo realmente acontece na sociedade, concorda? 

Confira exemplo:

1 – “A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo”.

Essa frase, de Nelson Mandela, faz alusão à importância da educação para mudança do mundo e pode ser usada em redações que envolvem diversos temas, como educação, escolas e inclusão. Assim, a frase já foi usada como citação em diversas redações, por exemplo, na proposta de redação do Enem 2017 “Desafios para formação educacional de surdos no Brasil” ou até mesmo da Unesp 2013 “Escrever: o trabalho e a inspiração”.

E aí, Medaholic, gostou das dicas de hoje? Por fim, agora tenho certeza que você vai arrasar nos vestibulares. Lembrando que as inscrições para o vestibular integrado da Unit já está aberto!

Existe vestibular unificado englobando os polos da Universidade Tiradentes.

Para se inscrever no vestibular de medicina é só clicar AQUI e conquistar o seu sonho de ser MED!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Ver Todas
MEM Responde

Como cursar e quanto custa Medicina na Argentina?

SISU 2022

SISU 2023: quantas vagas para medicina?

Notícias

Sisu 2023: mais de 226 mil vagas disponíveis para consulta

Cadastre-se e garanta o melhor guia
para a sua aprovação em medicina