MEC libera consulta às vagas de medicina do Sisu 2021 e gera polêmica. Entenda!

Notícias
Reading Time: 4 minutes

Enfrentamos um ano cheio de reviravoltas devido a uma pandemia sem precedentes, que ainda enfrentamos, a do Covid-19, que impactou vários setores no âmbito nacional: economia, política e na educação não foi diferente! 

 

Após idas e vindas do MEC sobre a decisão de aplicação ou não em meio a pandemia, e sem perspectiva de vacinas, aconteceu o grande evento Enem, com adaptações, atrasos de calendário e ainda assim teve recorde de inscritos, mas o número de desistências também deu o que falar. 

 

E esse ano, fatidicamente, contamos com a Edição Digital que de forma experimental acabou ganhando destaque entre muitos professores e estudantes que decidiram atestar a efetividade da avaliação e, claro, fazer comparações e ter suas histórias para contar…

 

> Veja o que o professor Digenal tem para dizer

 

Tá, mas o que vem depois do Enem? Isso mesmo, o Sisu 2021

 

Como em todos os anos, o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) abre as portas para que alunos de todo o Brasil possam ter acesso às vagas de medicina das universidades federais ou estaduais dos sonhos, SEJAM ELAS ONDE FOREM! 

 

Alguns critérios levados em conta pelos alunos na hora de escolher são: concorrência, turno, avaliação da instituição, renome, localidade, custo, entre outros. 

 

Neste ano, as inscrições poderão ser feitas entre os dias 6 e 9 de abril, já que o resultado do Enem será divulgado ao fim do mês de março (29). 

Com a diferença em relação ao ano anterior de que desde o dia 05 de março já é possível buscar pela IES que melhor se encaixa no seu perfil no site do Sisu 2021

 

Basta acessar: https://sisu.mec.gov.br/#/ 

 

Mas e esse blá blá blá das vagas de medicina do Sisu 2021?

 

A maioria das instituições de ensino tiveram que se adequar rapidamente às necessidades impostas pela pandemia do Covid-19, já não se poderia aglutinar aqueles estudantes em salas e manter fluxos de pessoas em locais fechados como prédios das universidades. E pelo despreparo técnico, a resposta imediata foi: ensino a distância! 

 

Não havia outra saída diante dos enormes atrasos já enfrentados pelos Centros Acadêmicos de Ensino Superior no que diz respeito ao calendário de atividades e sofriam fortes pressões de várias partes, principalmente dos estudantes para o retorno.

 

Então, uma coisa atrasou e tudo em seguida atrasou também, inclusive o Sisu 2021.

 

Quais as consequências disso?

 

No dia 05/03, juntamente com a possibilidade de consulta através do site do Sisu 2021 anunciada pelo MEC, algumas universidades liberaram seus editais e aderiram ao sistema já no primeiro semestre de 2021, outras decidiram atrasar o processo para não interferir no calendário anual já afetado pelo ano anterior e isso chocou quem se deparou com algumas mudanças.

 

A quantidade de vagas de medicina disponibilizadas para ingresso não foi a mesma, principalmente para o curso de medicina, comprometendo uma fatia de 8% das vagas ofertadas em todo o território nacional. 

 

E como ficou a situação? 

 

As IES públicas e Institutos Federais que aderiram ao Sisu 2021 (Sistema de Seleção Unificada) já disponibilizaram em seus respectivos sites a quantidade de vagas de medicina para ingresso no primeiro semestre do ano (2021.1) e os cursos cujas turmas também iniciam as atividades no período letivo que deve começar mais tarde no mês de abril após o anúncio de quem passou ou não no processo seletivo.

Confira algumas vagas disponibilizadas por IES, região e as notas de corte para o curso de medicina:

 

TOP 3 do SISU 2021:

Região com mais VagasNordeste: 1.691 Vagas
Sudeste: 1.444 Vagas
Centro-oeste: 704 Vagas
Escolas Médicas com mais Vagas Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG 320 vagas
Universidade Federal do Ceará - UFC 240 Vagas
Universidade Federal de Pernambuco - UFPE 220 vagas
Escolas Médicas com Menor nota de CorteUniversidade Federal do Semiárido - UFERSA 753,19
Universidade Estadual do Piauí - UESPI 765,69
Universidade Federal de Roraima - UFRR 765,91

Como vemos, disparado, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) disponibiliza o maior número de vagas (320 vagas) no ranking nacional feito aqui pela MEM, para ingresso no primeiro semestre de 2021 e representa uma das regiões mais contempladas por vagas para o curso de medicina, o Sudeste.

 

Seguida pela Universidade Federal do Ceará (240 vagas ), que junto com a UFPE, a Universidade Federal de Pernambuco  (220 vagas) se encontra na região com maior número de vagas para o curso de medicina, o Nordeste ofertará pouco mais de 1600 oportunidades para os inscritos.

 

Agora vamos ao assunto  que causa mais medo entre os estudantes, as notas de corte. O que esperar?

 

A Universidade Federal do Semiárido (UFERSA) que fica no estado do Rio Grande do Norte possui a pontuação mais interessante baseado nos resultado do ano anterior, com a média de 753,19, seguida da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), com seu 765,69 e por derradeiro  Universidade Federal de Roraima (UFRR) com a mais alta entre elas, com 765,91. 

 

Fique atento aos prazos de inscrição, confirmação de inscrição e critérios que podem ser determinantes para uma jornada médica de sucesso. 

 

Para onde devo ir, agora?

 

Claro que algumas regiões foram mais contempladas por outras e isso acaba sendo fator para preenchimento das vagas em cursos mais e menos concorridos e também em IES que estão em locais mais distantes por indecisão na hora da inscrição, e que são critérios de peso na hora da decisão do aluno. 

Essas condições acabam implicando no aumento da nota de corte em alguns pólos e não somente pela redução das vagas, assunto mais comentado desde o anúncio pelo Ministério da Educação (MEC). 

 

Você pode conferir todas as informações no site do INEP e órgãos responsáveis correlatos como o MEC e o Sisu. 

 

Veja também: https://melhoresescolasmedicas.com/materias/como-funciona-o-sisu-tudo-o-que-voce-precisa-saber/ 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Ver Todas
MEM Responde

Qual o valor do curso de Medicina em Goiás?

Blog

História do Aprovado: Universidade Federal de Sergipe – Campus Lagarto

Blog

Saúde Mental e Estudos: como não se cobrar demais

Quer o MEM na palma da mão?