Unicamp: Estudante já pode manifestar interesse nas vagas do Vestibular 2021

Notícias
Reading Time: 2 minutes

A Unicamp, (Universidade Estadual de Campinas), iniciou nesta quinta-feira (1º) o prazo para declarar interesse nas vagas do Vestibular 2021. A participação deve ser feita exclusivamente pela internet, através do site da universidade, até as 17h da próxima segunda-feira, 5 de abril.

Podem declarar interesse os estudantes que fizeram as provas da segunda fase e que não foram aprovados até a quarta chamada, a qual foi liberada ontem. Além disso, o estudante também não pode ter tirado nota zero em alguma das provas da seletiva.

Matrículas

O processo de matrícula dos convocados está sendo realizado de forma on-line. A documentação que deve ser entregue pode ser vista neste Edital. Em momento oportuno e a ser solicitado pela DAC, deverão apresentar o documento para a conferência.

Após o cadastro os alunos recebem por e-mail, em até uma hora após o encerramento da matrícula on-line, a Declaração de Matrícula e a senha de acesso ao Sistema de Gestão Acadêmica (SIGA).

A previsão é que novas chamadas sejam realizadas nos dias 7,12 e 14 de abril.

Vestibular

A Unicamp ofereceu 3.237 vagas no Vestibular 2021, havendo percentual para autodeclarados pretos e pardos, estudantes de escolas públicas e alunos da rede pública que são pretos ou pardos.

A primeira fase foi realizada em 6 e 7 de janeiro e contou com 72 questões objetivas sobre Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Física, Química, Biologia e Inglês.

Já a segunda fase foi aplicada em 8 e 9 de fevereiro, com um redação e questões discursivas divididas de acordo com a área do curso escolhida.

Medicina

Medicina foi  o curso mais procurado do processo seletivo. A universidade ofereceu 110 vagas para o curso. Na segunda fase, foram contabilizados 9,37 candidatos por vaga.

Instalado em 1963, o curso de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP é o mais antigo da Universidade.

Seus programas de assistência médica, docência e pesquisa se desenvolvem em um complexo docente-assistencial que inclui o Hospital de Clínicas, o Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM), o Hemocentro, o Gastrocentro, Hospital Estadual de Sumaré e vários Centros de Saúde da rede pública do Município de Campinas.

São oferecidas 120 vagas. Destas 120 vagas, 110 são preenchidas pelo Vestibular e 10, pelo Programa de Formação Interdisciplinar Superior (ProFIS).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Ver Todas
Notícias

Neuralink e a medicina

Blog

Desistir não é uma opção

Notícias

Vestibular da Fuvest 2023 sofre mudanças pela USP

Quero saber tudo do mundo Med!