Vestibular: UERJ adia prova devido a pandemia

Notícias
Reading Time: 2 minutes

O Vestibular Estadual 2021, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), que teria seu Exame de Qualificação realizado no dia 28 de fevereiro, foi adiado pela instituição em razão do crescimento do número de casos de Covid-19 no cenário fluminense.

A universidade explicou que o adiamento foi realizado a partir do parecer de avaliação dos riscos da pandemia. Segundo o documento emitido em 30 de janeiro, estão entre as recomendações:

  • A manutenção das atividades remotas; 
  • Manutenção das atividades laborais e funcionamento apenas de serviços considerados essenciais, com limite de acesso;
  • Proibição de qualquer evento de aglomeração;
  • As atividades não essenciais estão suspensas na UERJ até o dia 28 de fevereiro de 2021.

 

Novo Vestibular

 

Por conta do adiamento, a Reitoria da UERJ decidiu reconfigurar o vestibular. Agora o Departamento de Seleção Acadêmica (DSEA), aplicará apenas um exame com questões objetivas de conhecimento gerais e uma redação no dia 02 de maio.

 

Segundo a instituição, os 46.209 candidatos inscritos no Exame de Qualificação estão automaticamente cadastrados nesse novo processo seletivo. Ainda conforme o UERJ, os concorrentes deverão escolher o curso de graduação e se vão participar do sistema de cotas em breve. No vestibular anterior, essa escolha só acontecia após a segunda prova. 

Pandemia no Rio de Janeiro

Nesta quinta-feira, dia 04, quatro dias antes do anuncio da UERJ sobre o adiamento do vestibular, a cidade do Rio de Janeiro superou a São Paulo e se tornou o município com o maior número de mortes por Covid-19 no Brasil.

Na sexta-feira (5), o Rio de Janeiro registrou 17.627 óbitos acumulados por covid-19, ainda à frente de São Paulo, que confirmou 17.546. No Rio, a taxa de letalidade da doença atingiu 9,18% segundo a Secretaria de Saúde do Município.

Outro fator preocupante é a taxa de ocupação das UTIs (unidades de terapia intensiva) da cidade que atingiram ocupação de 87%, depois de, em dezembro de 2020, terem chegado a mais de 90%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Ver Todas
MEM Responde

Como cursar e quanto custa Medicina na Argentina?

SISU 2022

SISU 2023: quantas vagas para medicina?

Notícias

Sisu 2023: mais de 226 mil vagas disponíveis para consulta

Cadastre-se e garanta o melhor guia
para a sua aprovação em medicina