O sonho de cursar medicina

Reading Time: 3 minutes

Passar no curso de medicina de primeira, é o sonho de todo aluno, no entanto nem sempre é possível. Sabemos que o curso de medicina é o mais concorrido do país, devido ao número de vagas versus o número de candidatos. Contudo, cursar medicina para a maioria dos estudantes é um sonho, geralmente nasce ali na infância, e nem sempre é possível realizar esse sonho de primeira.

Foi o caso de Edna Passos Madruga, 38 anos, mãe de três filhas, advogada, e atualmente estudante do segundo período de medicina. 

Quem disse que sonhos morrem, ou tem prazo de validade?

Para Edna, com certeza os sonhos não morrem e nem têm prazo de validade, natural de Itabaiana, município do estado de Sergipe, essa mãe-advogada, está cursando medicina na Faculdade Ages de Medicina de Jacobina/Ba, a qual pertence ao grupo Ânima educacional. 

Embora esteja cursando a faculdade de medicina agora, Edna teve um longo percurso antes de realizar seu sonho de infância. 

Ela se formou em direito e advogou por 10 anos, no entanto, nunca desistiu do sonho de fazer medicina, esse desejo estava guardado, lá dentro do seu coração.

A caminhada

Edna fez todo seu ensino médio na rede pública, na escola municipal Padre Freire de Menezes, em Campo do Brito/Se. 

Quando Edna concluiu o ensino médio, fez 3 vestibulares na Universidade Federal de Sergipe, no entanto, não teve êxito. Naquela época só existia o curso de medicina na UFS, e após três tentativas, ela conseguiu aprovação em direito em outra universidade da capital sergipana, e seguiu carreira no mundo jurídico.

Então, em 2020, no meio da pandemia, Edna voltou a estudar para medicina, estava decidida em buscar sua aprovação no curso.

“Quando o mundo parou, resolvi voltar a estudar para fazer vestibular. Embora estivéssemos vivendo dias difíceis, atravessando por uma pandemia, foi um período que foquei muito na minha aprovação.” relatou Edna. 

Saúde mental

A Saúde Mental de uma pessoa está relacionada à forma como ela reage às exigências da vida e ao modo como harmoniza seus desejos, capacidades, ambições, ideias e emoções.

Quando falamos de saúde mental, falamos de aspectos físicos também, alimentação, atividade física. 

Cuidar da saúde mental é tentar equilibrar as atribuições pedagógicas com os outros aspectos.

Segundo Edna, uma boa saúde mental é muito importante para o processo de aprendizagem do aluno. Ela procurava manter o equilíbrio entre os estudos e os cuidados com as três filhas.

Método de estudos

A busca por um método de estudo é importante para alcançar metas no fim do dia e isso só é possível organizando os estudos!

Às vezes, a gente se pega perguntando o porquê do coleguinha do lado ter melhor desempenho em avaliações, enquanto estamos dando o “sangue” para conseguir bons resultados e nem sempre é aquele esperado. Mas a resposta está no método de estudo adotado.

Vale ressaltar que o processo de aprendizagem é individual, cada aluno se identifica com um método, em suma, o importante é você achar qual método você se adapta melhor.

Edna passou pelo processo seletivo direto da universidade em que estuda atualmente, ela fez cursinho para matérias isoladas, química, física, matemática e biologia. Além de estudar em casa e resolver muitas questões, ela treinava muito a redação.

Vale ressaltar que a redação é uma ótima estratégia para elevar sua nota final, seja no Enem ou em vestibulares diretos. 

Rotina na faculdade 

Como o curso de medicina é em tempo integral, Edna passa a maior parte do dia na faculdade. Contudo, devido à complexidade e abrangência das matérias, ela estende seus estudos durante os finais de semana,nos horários vagos, e à noite após as crianças dormirem.

Edna tem um recado para você, medaholic.

“Atualmente, a internet possibilitou a democratização do ensino, seja  do ponto de vista da acessibilidade, seja do ponto de vista econômico. De qualquer lugar do mundo, com acesso a internet e um computador, podemos assistir a excelentes aulas de qualquer conteúdo e gratuitamente, o que ajuda muito na preparação para aprovação do candidato. 

Assim, cabe ao candidato persistir e se distanciar de opiniões de terceiros que não entendem do processo. 

Foquem nos seus objetivos e não desistam dos seus sonhos. O caminho é árduo, mas se houver persistência, haverá êxito.”

Como passar em medicina?

Mais histórias do aprovado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Ver Todas
MEM Responde

Como cursar e quanto custa Medicina na Argentina?

SISU 2022

SISU 2023: quantas vagas para medicina?

Notícias

Sisu 2023: mais de 226 mil vagas disponíveis para consulta

Cadastre-se e garanta o melhor guia
para a sua aprovação em medicina