Atualidades para o Enem: Vamos entender o que é a Otan?

Atualidades
Reading Time: 3 minutes

Pensando sempre em você , além de dicas de estudos para você entrar na escola médica dos seus sonhos, vamos abordar conteúdos relacionados a atualidades para o Enem e vestibulares.

E por que? Porque além dos conteúdos das disciplinas, você precisa estar afiado com temas para construir sua redação, tanto no Enem, quanto em provas de vestibulares diretos, é necessário fazer a prova de Redação e ela vale uma excelente pontuação. No Enem, por exemplo, você pode conseguir 1000 pontos. E se você acompanha os relatos dos aprovados em medicina aqui no portal, pode perceber que a maioria fala sobre como a nota da redação contribuiu demais para a aprovação.

Então sem mais delongas, vamos de atualidades para o Enem?

Otan, o que é?

Otan é a abreviação da Organização do Tratado do Atlântico Norte, também conhecida como Aliança Atlântica, foi fundada em Washington, capital dos Estados Unidos, em 4 de Abril de 1949. 

É uma aliança político-militar intergovernamental,  hoje em dia possui 30 membros, e esses integrantes cooperam entre si, e o principal objetivo dessa aliança é garantir a segurança dos países que são membros da Otan.

E quais países fazem parte?

Albânia, Alemanha, Bélgica, Bulgária, Canadá, Chéquia, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estados Unidos, Estónia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Macedónia do Norte, Montenegro, Noruega, Países Baixos, Polónia, Portugal, Reino Unido, Roménia, Turquia.

As ações diplomáticas da Otan, mantém de forma direta ou indireta, a segurança e a prevenção de conflitos desses países que fazem parte do grupo, porém também podem intervir entre conflitos com países que não fazem parte da Otan,  como podemos ver de forma bem prática, a situação da guerra na Ucrânia. A intenção é sempre resolver de forma diplomática. 

Qual o contexto histórico da Otan?

Ela surgiu do nada? Não!  Ela surge de uma guerra de interesses, política, econômica, armamentista, e de ideologias, que podemos chamar de Guerra Fria, que começou ali depois do final da Segunda Guerra Mundial em 1945, e acabou em 1991, com a queda da União Soviética. 

A Otan fazia oposição ao Pacto de Varsóvia, uma aliança militar soviética. Aí você pode perguntar? Mas por que preciso saber disso? Porque um dos motivos da criação da Otan foi combater o avanço socialista e comunista da época, lembre-se que estamos falando da década de 1940, nos dias atuais ainda há muita especulação sobre os regimes socialistas e comunistas, imagine há mais de 70 anos. 

O que pode ser analisado até o fim da Guerra Fria? A Otan atendia os interesses de seus países membros, tentando combater um regime que era análogo ao seus ideais, até o início da década de 1990.  

Como a Otan atua?

Lá no começo do texto falamos que a Otan é uma aliança militar, pois bem, caso aconteça alguma “treta” com os países membros dessa organização, a intervenção é militar, envio de tropas e/ou armamentos, caso a solução diplomática não seja suficiente. 

O Brasil é parceiro, mas não faz parte da Otan.

Apesar do nosso país ter diversos contatos com países da Otan, ele não está inserido nesse grupo. O Brasil é aliado preferencial extra Otan. O que isso quer dizer?

Países que estão inseridos nessa nomenclatura, trabalham em cooperação com a Otan, podem ter um certo benefício, um acesso mais fácil em determinadas situações, por exemplo, o comércio bélico. Relações comerciais entre esses países são mais fáceis, outro exemplo aqui na América do Sul, é a Argentina, que também é aliada preferencial.

A Otan é muito importante para geopolítica e consequentemente para economia, já que essa política acaba influenciando diretamente nos processos econômicos do mundo.

Gostaram? fiquem atentos a mais atualidades para o Enem, clique aqui.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Ver Todas
MEM Responde

Qual o valor do curso de Medicina em Goiás?

Blog

História do Aprovado: Universidade Federal de Sergipe – Campus Lagarto

Blog

Saúde Mental e Estudos: como não se cobrar demais

Quer o MEM na palma da mão?