O que é metodologia na Medicina?

MEM Responde
Reading Time: 3 minutes

A formação em Medicina é conhecida por ser bastante exigente. Mas você sabe, afinal, o que é metodologia na Medicina? É para esclarecer essa dúvida que você chegou até aqui! Continue a leitura e veja todas as informações sobre as estruturas de ensino que são utilizadas pelas Escolas Médicas.

Mesmo de entrar no curso de graduação, é importante que você conheça os principais formatos de programas pedagógicos utilizados pelas Faculdades de Medicina. Afinal, isso pode ajudar você a escolher a Escola Médica que mais se adequa ao seu perfil e também sobre como você deseja atuar no futuro.

Ter uma educação de qualidade é fundamental para todo profissional que deseja oferecer serviços de excelência. Por isso, a metodologia na Medicina precisa ser acompanhada de bons materiais, didática e suporte ao aluno em todas as fases da graduação. Vamos conhecer quais são?

O curso de Medicina tem duração de 6 anos e, em geral, é dividido em 3 ciclos de 2 anos cada. Primeiro, os alunos aprendem a base teórica de tudo o que é praticado na profissão, assim como passam a ter contato com as técnicas de laboratório.

Na sequência, os conteúdos evoluem para a parte prática, com mais proximidade do ambiente hospitalar. Para concluir, os medaholics participam de atividades em instituições de saúde e começam o atendimento aos pacientes.

Entenda o que é Metodologia na Medicina

Pensando em oferecer uma aprendizagem mais assertiva, muitas instituições começaram a aplicar métodos ativos de ensino. O que fica evidente é que a aprendizagem nesses métodos é formatada de maneira construtiva em que as reflexões e interações dos alunos são de imensa importância para formação do conhecimento e, consequentemente, qualificação profissional de cada futuro médico.

Vamos começar pelo ensino tradicional, que é aplicado por muitos anos pelas escolas médicas. No caso desse método, o aluno passa por “fases” dentro dos seus seis anos acadêmicos. Os dois primeiros anos são conhecidos como ‘Ciclo Básico’ e é quando são ensinadas disciplinas básicas como Anatomia, Citologia, Biofísica, entre outros assuntos que vão ajudar lá na frente.

Já o 3º e 4º ano, conhecidos como ‘Ciclo Clínico’, é quando o aluno começa a ter mais vivência médica e praticar tudo aquilo que até então ele sabia na teoria. Nessa fase o aluno começa a ter acesso a pacientes em hospitais, ambulatórios dos hospitais-escola ou de hospitais conveniados com a instituição.

Os dois últimos anos são marcados pela fase ‘Internato’, que é quando o aluno tem suas práticas médicas mais intensificadas, agilizando seu potencial de diagnosticar os pacientes da melhor forma. As práticas se tornam mais intensas e é quando o aluno já pode ter sua experiência em plantões e estágios dentro de hospitais-escola, além da vivência com procedimentos de atendimento emergencial e cirúrgico.

Método de ensino Tradicional x Método PBL

O método tradicional é bastante encontrado nas instituições e é a metodologia mais antiga para ensino, porém, atualmente existem instituições que substituíram esse método pelo PBL (Problem Based Learning) – que traduzindo significa Aprendizado Baseado em Problemas, uma metodologia que quebrou o paradigma da aula tradicional.

Essa metodologia é baseada na resolução de problemas clínicos em grupo, em que os alunos previamente se preparam estudando o assunto, para se reunir em grupos de até 10 pessoas (que são sempre os mesmos) e discutir aquele assunto. Dentro desse grupo existe sempre um tutor, que pode ser um professor ou um aluno escolhido para explicar e tirar qualquer dúvida sobre o tema.

O PBL incentiva o aprendizado individual, mas também em grupo. Nesse método, o aluno torna-se o principal responsável pelo seu aprendizado e o professor não “ensina” de maneira tradicional o assunto, mas está presente nas discussões dos alunos, conduzindo quando necessário e indicando material didático ou outros materiais úteis para cada situação.

Qual das metodologias combina mais com o seu estilo, medaholic? Me conta nos comentários. 

 

Entenda mais sobre o assunto:

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Ver Todas
Blog

Faculdade de medicina: Como escolher a melhor para você?

Blog

Vestibular de Medicina: Inscrições abertas no Norte

Blog

Passei em medicina, como organizar o bolso?

Cadastre-se e garanta o melhor guia
para a sua aprovação em medicina