O que significa o método PBL?

MEM Responde
Reading Time: 3 minutes

Um aspecto fundamental a ser analisado na hora de escolher a sua Faculdade de Medicina diz respeito ao programa pedagógico que a instituição adota durante a formação. Em vários países já se pode ver a utilização da Aprendizagem Baseada em Problemas (PBL, que vem do inglês Problem Based Learning) em cursos de graduação. No Brasil, é utilizado especialmente nos cursos de Medicina. Mas você sabe mesmo o que significa o método PBL? Se a resposta for não, fica tranquilo. O MEM responde agora.

Esse método foi criado em 1969 na Universidade McMaster, no Canadá e no mesmo ano foi implementado também na Universidade Maastricht, na Holanda. No Brasil, foi aplicado pela primeira vez nos anos 90, na Faculdade de Medicina de Marília (FAMEMA) e na Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Nesta perspectiva, ela possui uma abordagem que objetiva confrontar o aluno com problemas reais e com isso, promover um estímulo para aprendizagem. Este método é orientado para o educando, ou seja, ele é centro do processo de, pois não recebe respostas prontas, ele deve buscá-las por meio de pesquisas e auxílio de tutores de aprendizagem.

O que significa o método PBL? Foco na Prática

O método PBL se tornou predominante nas Escolas Médicas após as mudanças curriculares que incorporaram estudos multidisciplinares ao invés das disciplinas específicas. Um exemplo disso é o estudo da bioquímica e sua relação com o corpo durante a solução de problemas apresentados nos casos clínicos.

1 – O problema é apresentado.

2 – O caso é analisado e os alunos já começam a criar hipóteses de trabalho.

3 – Os problemas são resumidos e os estudantes caçam mais informação.

4 – Começa a pesquisa individual de cada aluno para se aprofundar no tema.

5 – Ele é discutido e apresentado ao tutor.

Como o método PBL é aplicado?

As Faculdades de Medicina que implementaram o método PBL costumam oferecer semanas de laboratório, tutoria, conferência e consultoria. Veja um resumo descritivo de cada uma delas

Laboratório -De uma a duas vezes por semana, os professores de várias disciplinas se reúnem para dar aulas em conjunto, abordando um problema através do ponto de vista de cada uma delas. As aulas de ciências básicas – como bioquímica, biofísica, biologia, histologia etc. – são feitas nele.

Tutoria – É quando o caso clínico da semana é apresentado e analisado. Costuma acontecer no início da semana e é concluída ao fim dela, com um diagnóstico final.

Conferência – É o que mais se aproxima de uma aula tradicional. Acontece após a tutoria, e o tema do caso clínico é abordado de forma um pouco mais aprofundada pelo professor.

Consultoria – São reuniões onde os alunos apresentam aos professores de diversas disciplinas suas dúvidas a respeito do assunto da semana.

Atenção, medaholic!

O método PBL apresenta diversas vantagens em relação ao estilo tradicional. Através dele é possível estimular a autonomia, a curiosidade e o autodidatismo do aluno. Mas, ele também também tem suas desvantagens. Se o aluno tem dificuldade para realizar atividades em grupo, por exemplo, talvez esse não seja o melhor método para ele. Se não tem disciplina para estudar assuntos por conta própria, sem a orientação prévia de um professor, idem.

Agora que você já sabe o que significa o método PBL, também ficou claro que a sua eficácia depende diretamente do empenho do aluno, uma vez que, ele exige uma postura ativa, haja vista que é você quem constrói o seu próprio conhecimento.

Gostou desse conteúdo? Siga o Melhores Escolas Médicas na sua plataforma preferida e não perca nadinha do que compartilhamos todos os dias para você obter sucesso na sua jornada médica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Ver Todas
Blog

Vem conferir os próximos vestibulares de medicina

Blog

Entenda tudo sobre a redação e tire nota 1000

Blog

Educação como investimento: Por que é importante investir na educação?

Cadastre-se e garanta o melhor guia
para a sua aprovação em medicina