Como estudar sozinho e aumentar o repertório para o vestibular

Blog
Reading Time: 2 minutes

Sempre tem aquele Medaholic que prefere estudar sozinho, que gosta de criar seus próprios métodos, sem depender muito de cursinho ou de aulas online. Se você é esse tipo de estudante, com certeza precisa saber como lidar com isso e também aumentar o repertório para arrasar no vestibular em medicina. 

 

Antes de tudo, não ache que estudar só é sinônimo de improdutividade, essa é mais uma forma de unir o seu jeito ao seu objetivo e também com vantagens. Quando você se propuser a realizar esse ato, verá que também pode ser uma ótima forma de conseguir melhorar seus resultados. Isso porque você:

 

. Cria um ritmo próprio para estudo;

. Evitar conversas paralelas que possam te distrair;

. Escolhe os assuntos que precisa ficar, sem depender da demanda alheia;

. Consegue encontrar um método que melhor atende às suas necessidades.

 

Mas com tudo, a grande questão é…

 

Como fazer isso?

 

De início, umas das melhores ações para estudar sozinho é começar a revisar e responder questões dos principais vestibulares, como ITA, Unicamp, Fuvest e Unesp. Você pode encontrar as provas dos últimos 4 anos aqui no nosso portal, como mais um dos mimos das Melhores Escolas Médicas.

 

Além de revisar e responder, também é importante você estabelecer limites e uma rotina que seja fácil para que você siga. Primeiro organizar o que é prioridade para a sua pauta, o que deve ser revisado e o que se tem mais dificuldade. Em seguida, passe para aqueles que devem ser vistos enquanto o assunto está fresco na sua memória, seguido por aqueles que você já entendeu, mas quer apenas revisar realizando alguma atividade.

 

Outras dicas infalíveis:

. Aplique a técnica pomodoro

. Construa mapas mentais

. Crie uma rotina de estudos

 

Agora que você já sabe qual a melhor forma de estudar sozinho e conhecer técnicas que vão possibilitar uma melhor assimilação do conteúdo que está sendo visto, chegou a hora de tirar do papel e colocar as dicas em prática no seu dia a dia.

 

Seja qual for sua escolha, o importante é fazer com organização e foco, para que o momento de aprendizado seja produtivo e satisfatório.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Ver Todas
MEM Responde

Qual o valor do curso de Medicina em Goiás?

Blog

História do Aprovado: Universidade Federal de Sergipe – Campus Lagarto

Blog

Saúde Mental e Estudos: como não se cobrar demais

Quer o MEM na palma da mão?