Conheça as metodologias de ensino de medicina no Brasil

Blog
Reading Time: 3 minutes

Olá, estudante! Você sabia que existem diversas metodologias de ensino de medicina no Brasil?

As instituições de ensino trazem essas diferentes abordagens buscando trazer o melhor para o aprendizado do aluno e é isso que iremos mostrar hoje!

 

 

Dentro das diversas metodologias, existem duas que podemos considerar as principais pelo Brasil: a metodologia tradicional e o método PBL, que são utilizadas pelas principais instituições de ensino do Brasil.

 

Veja as metodologias de ensino:

 

Vamos começar pelo ensino tradicional, que é aplicado por muitos anos pelas escolas médicas. No caso desse método, o aluno passa por “fases” dentro dos seus seis anos acadêmicos. Os dois primeiros anos são conhecidos como ‘Ciclo Básico’ e é quando são ensinadas disciplinas básicas como Anatomia, Citologia, Biofísica, entre outros assuntos que vão ajudar lá na frente.

 

Já o 3º e 4º ano, conhecidos como ‘Ciclo Clínico’, é quando o aluno começa a ter mais vivência médica e praticar tudo aquilo que até então ele sabia na teoria. Nessa fase o aluno começa a ter acesso a pacientes em hospitais, ambulatórios dos hospitais-escola ou de hospitais conveniados com a instituição.

 

Os dois últimos anos são marcados pela fase ‘Internato’, que é quando o aluno tem suas práticas médicas mais intensificadas, agilizando seu potencial de diagnosticar os pacientes da melhor forma. As práticas se tornam mais intensas e é quando o aluno já pode ter sua experiência em plantões e estágios dentro de hospitais-escola, além da vivência com procedimentos de atendimento emergencial e cirúrgico.

Método de ensino Tradicional x Método PBL

O método tradicional é bastante encontrado nas instituições e é a metodologia mais antiga para ensino, porém, atualmente existem instituições que substituíram esse método pelo PBL (Problem Based Learning) – que traduzindo significa Aprendizado Baseado em Problemas, uma metodologia que quebrou o paradigma da aula tradicional.

 

 

Essa metodologia é baseada na resolução de problemas clínicos em grupo, em que os alunos previamente se preparam estudando o assunto, para se reunir em grupos de até 10 pessoas (que são sempre os mesmos) e discutir aquele assunto. Dentro desse grupo existe sempre um tutor, que pode ser um professor ou um aluno escolhido para explicar e tirar qualquer dúvida sobre o tema.

O PBL incentiva o aprendizado individual, mas também em grupo. Nesse método, o aluno torna-se o principal responsável pelo seu aprendizado e o professor não “ensina” de maneira tradicional o assunto, mas está presente nas discussões dos alunos, conduzindo quando necessário e indicando material didático ou outros materiais úteis para cada situação.

Lembrando que em nosso portal temos um conteúdo exclusivo de comparativos de instituições de ensino, em que listamos também as metodologias utilizadas.

Vale a pena conferir! Essas são as metodologias de ensino de medicina mais utilizadas pelo Brasil. Esperamos que tenha gostado e que esse conteúdo ajude você a decidir qual a escola médica ideal para você. Gostou do conteúdo? Confira o Instagram do Melhores Escolas Médicas e confira a tabela comparativa entre as metodologias de ensino e compartilhe com seus amigos!

Veja também:

Metodologia de ensino faz diferença em medicina?

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Ver Todas
MEM Responde

Qual o valor do curso de Medicina em Goiás?

Blog

História do Aprovado: Universidade Federal de Sergipe – Campus Lagarto

Blog

Saúde Mental e Estudos: como não se cobrar demais

Quer o MEM na palma da mão?