Competência 5: Principais pontos para sua redação

Blog
Reading Time: 4 minutes

Se você vai prestar vestibular, com certeza uma das suas preocupações é a redação que vale nada mais que 1000 pontos. Contudo, não é apenas um texto que você vai chegar e fazer de qualquer jeito, na verdade, antes de colocar a mão na caneta e partir para o abraço, é preciso colocar o senso crítico para trabalhar, principalmente no que desrespeita as cinco competências.  Portanto, você precisa estar atento no que compõe cada uma delas, e, para te ajudar nessa jornada, hoje vamos falar mais sobre a ultima delas, a “Competência 5”.

Assim, a Competência 5 está relacionada diretamente à proposta de intervenção, ou seja, à resolução das problemáticas que você trouxe lá na introdução e desenvolveu durante os desenvolvimentos.

Em suma, como nem sempre a vida nos apresenta flores, para se dar bem e tirar os 200 pontos nesta competência, vamos precisar seguir algumas regrinhas. Uma intervenção completa e considerada excelente deve apresentar 5 elementos.

Esse é o momento em que o avaliador cobra da redação uma elaboração de proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos e avaliando se o vestibulando consegue desenvolver uma ideia e justificá-la de forma humanizada.

Os 5 elementos da Competência 5

  • Agente

Já pensou que não dá para apresentar uma proposta de intervenção sem apontar quem vai fazê-la?

Por isso, o agente é a pessoa, órgão, instituição… que vai executar a ação. 

  • Ação

Este com certeza é um dos elementos mais importantes de todos, afinal o agente, efeito e meio vão precisar estar relacionados a ele.

Assim, a  ação diz respeito ao que deve ser feito para que a intervenção seja realizada. 

  • Meio

Concorda comigo que ao trazer uma ação é preciso dizer como ela vai ser feita?

O meio ou modo, como alguns costumam chamar, vai ser basicamente esta explicação. Este elemento evita com que o aluno traga uma ação rasa, ou seja pouco informativa,  para a intervenção.

  • Efeito

Como dito antes, o efeito também vai estar relacionado à ação. De maneira geral, ele vai ser o responsável por trazer uma finalidade para ela.

  • Detalhamento

Uma galera se assusta com esse bonitinho aqui, mas vou te mostrar, na prática, que ele é fácil: o detalhamento é apenas um adendo explicativo a qualquer um dos outros quatro elementos. Geralmente a galera opta por usá-lo mais no efeito e no agente, mas você pode colocar onde quiser. Como na prática tudo é mais fácil, fique de olho no exemplo que vou te mostrar mais abaixo.

Ahhh! Mas antes de irmos para o exemplo, preciso fazer um pacto com você. Repita comigo: nunca mais vou colocar os elementos de maneira aleatória.

Eu aconselho que vocês sempre tragam os quatro elementos na seguinte ordem: agente, ação, meio e efeito. Sim quatro, porque o detalhamento pode ser colocado onde você quiser, tá lembrado, né?

A explicação disso é que muita gente acaba confundindo os elementos na hora de fazer a redação, ou seja, colocando duas ações, ao invés de uma ação e um meio… e por aí vai.

Youtube | Dicas sobre competência 5

Exemplo de intervenção

Agora vamos à proposta de intervenção da redação da Ana Clara Socha, 21 anos, Brasília (DF), que tirou nota máxima na redação do Enem. Dá uma olhada:

“Dessa forma, pode-se perceber que o debate acerca da democratização do cinema é imprescindível para a construção de uma sociedade mais igualitária. Nessa lógica, é imperativo que o Ministério da Economia destine verbas para a construção de salas de cinema, de baixo custo ou gratuitas, nas periferias brasileiras por meio da inclusão de seu objetivo na base de Diretrizes Orçamentárias, com o intuito de democratizar o acesso à arte. Além disso, cabe às instituições de ensino promover passeios aos cinemas locais, desde o início da vida escolar das crianças, mediante autorização e contribuição dos responsáveis, a fim de desconstruir a ideia de elitização da cultura, sobretudo em regiões carentes. Feito isso, a sociedade brasileira poderá caminhar para a completude da democracia no âmbito cultural.”

Percebeu que ela trouxe duas propostas de intervenção, né? Mas o corretor só vai contabilizar uma: a mais completa.  Vamos à distribuição dos elementos?

Distribuição de elementos

Agente 1: o Ministério da Economia;

Ação 1: destine verbas para a construção de salas de cinema;

Meio 1: por meio da inclusão de seu objetivo na base de Diretrizes Orçamentárias;

Efeito 1: com o intuito de democratizar o acesso à arte;

Detalhamento 1: de baixo custo ou gratuitas, nas periferias brasileiras.

Agente 2:   instituições de ensino;

Ação 2: promover passeios aos cinemas locais;

Meio 2: mediante autorização e contribuição dos responsáveis;

Efeito 2: a fim de desconstruir a ideia de elitização da cultura;

Detalhamentos 2, 3 e 4:

O detalhamento é o elemento que agrega informações aos outros elementos, tendo o papel de fazer com que a proposta de intervenção seja mais elaborada e concreta, seja através de exemplos ou dados referenciais. Por isso fique atento se você está usando esse elemento corretamente.

A questão a se responder é “que outra informação sobre esses elementos foi acrescentada pelo participante?

Por exemplo:

Portanto, medidas devem ser tomadas. O governo deve promover, mediante mídias influenciadoras, como Rede Globo, SBT e Record, campanhas a fim de conscientizar a população brasileira dessa manipulação.

Agora que você já está por dentro dos 5 elementos, lembre-se de que todos eles devem estar de acordo com as diretrizes dos direitos humanos, como:

  • Dignidade humana;
  • Igualdade de direitos;
  • Reconhecimento e valorização das diferenças e diversidades;
  • Laicidade do Estado;
  • Democracia na educação;
  • Transversalidade, vivência e globalidade;
  • Sustentabilidade socioambiental.

Por fim, confira três dicas que podem te ajudar nessa competência:

Dicas

Estude gramática: estudar gramática é essencial para a redação Enem, pois a variedade padrão será exigida na competência 1. O ideal é rever os conteúdos em que sente maior dificuldade, já que é impossível rever toda a gramática da língua.

Leia muito: mais do que decorar as regras, é essencial saber aplicá-las com fluidez e propriedade. Essa maturidade só pode ser adquirida com a prática de leitura e escrita. Leia muitos textos dissertativos e argumentativos bem como exercite redações nos moldes do Enem.

Analise todo repertório: todo candidato possui algum conhecimento de mundo, e boa parte pode ser pertinente ao Enem. Desse modo, antes da prova, já é proveitoso avaliar os conhecimentos que se tem, analisando o que pode ser pertinente, para quais temas, o que precisa ser verificado etc.”

 

E aí, Medaholic, gostou das dicas de hoje? Por fim, agora tenho certeza que você vai arrasar nos vestibulares. Lembrando que as inscrições para o vestibular integrado da Unit já está aberto!

Para se inscrever no vestibular de medicina é só clicar AQUI e conquistar o seu sonho de ser MED!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Ver Todas
MEM Responde

Como cursar e quanto custa Medicina na Argentina?

SISU 2022

SISU 2023: quantas vagas para medicina?

Notícias

Sisu 2023: mais de 226 mil vagas disponíveis para consulta

Cadastre-se e garanta o melhor guia
para a sua aprovação em medicina