Entenda de uma vez sobre a guerra na Ucrânia

Blog
Reading Time: 2 minutes

Quer se atualizar para a prova do Enem? Neste blog post vamos tirar suas dúvidas sobre a Guerra da Ucrânia.

E aí mediciner, como está sua rotina de estudos para redação? Não custa nada lembrar que ela é queridinha, e pode te render 1000 pontos do Enem, né? Além das competências exigidas para escrever uma boa redação, o que você precisa saber? Atualidades! Sim! Informação é tudo, para você ter conteúdo para escrever sua redação, tirar uma boa nota e ficar mais perto do sonho da aprovação.

Então, fica confortável, e vem com a melhores escolas médicas entender sobre a Guerra da Ucrânia.

Já adiantamos que, se você acha que a Guerra da Ucrânia aconteceu do nada, está enganado, tem todo um contexto por trás dessa Guerra, e se formos analisar as outras Guerras que já aconteceram, podemos perceber que não foi por um único motivo, ou do absoluto nada.

Vamos entender sobre a Guerra da Ucrânia

O ano 2022, eclodiu a Guerra da Ucrânia, mas ela não teve início neste ano, vamos lá para o passado, revisitar a história, em 1991 o fim da União Soviética, a dissolução do pacto de Varsóvia, e a manutenção da OTAN, e os acordos que foram fechados naquela época. Vale lembrar também da briga antagônica entre Estados Unidos e URSS. E qual o pano de fundo para tudo isso? O Capitalismo imperialista versus o Socialismo. Outro fator que contribuiu para o conflito da Ucrânia foi a Guerra da Crimeia, em 2014.  Percebe como esse rolê é mais profundo do que imaginávamos?

Com a dissolução da União Soviética, a Rússia fez um pacto com a Otan, e o que diz nesse pacto? Que a Otan não avançaria nos países do leste Europeu, local onde está localizada a Rússia, e nos arredores desse território estão os países que são “as grades de proteção” da Rússia. Lembrando que vários países foram criados a partir da dissolução da União Soviética, a Ucrânia foi um desses países.

Baixe nossa folha de redação e pratique sua redação para a prova do Enem!

Guerra da Crimeia

No início de 2014, a Crimeia se tornou o foco de uma das piores crises entre a Rússia e países como EUA e Reino Unido desde a Guerra Fria, depois que o ex-presidente da Ucrânia, o líder pró-russo Viktor Yanukovych, foi deposto após uma série de protestos.

O povo ucraniano estava dividido entre aqueles que queriam uma maior integração com a Rússia e aqueles que apoiavam uma aliança com a União Europeia. E Moscou decidiu intervir.

De acordo com o Kremlin, Yanukovych enviou uma carta ao presidente russo, Vladimir Putin, solicitando uma intervenção para restaurar a ordem na Ucrânia.

Guerra da Ucrânia: Fevereiro 2022

O atual governo da Ucrânia, chefiado por Volodymyr Zelensky, tentou fazer parte da Otan, mais uma vez contrariando a Rússia, e o que a Rússia fez? Com o sentimento de que essa atitude por parte da Ucrânia colocaria em risco a segurança nacional, invadiu a Ucrânia. 

Desde 2021 a Rússia se pronunciou abertamente, pedindo que a Otan se retirasse da região e não avançasse mais no território pactuado lá no início dos anos 1990.

Atualmente a Guerra da Ucrânia é uma guerra local, porém é um conflito que gera vários interesses, políticos, bélicos, militares, e econômicos.

Essa guerra interfere na economia mundial, muitas empresas ganhando com isso, e outras empresas que retiraram suas filiais na Rússia, impactando na economia.

Deu para ter uma noção de como essa guerra eclodiu? No mais é aguardar cenas dos próximos capítulos.

Veja mais atualidades para o Enem:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Ver Todas
Notícias

Neuralink e a medicina

Blog

Desistir não é uma opção

Notícias

Vestibular da Fuvest 2023 sofre mudanças pela USP

Quero saber tudo do mundo Med!