Humanismo: o que estudar para o Enem?

Blog
Reading Time: 3 minutes

Definição

 

O humanismo foi um movimento literário que aconteceu no período de transição entre a Idade Média e o Renascimento. É possível verificar diferentes traços do trovadorismo (período anterior) e do Renascimento (período em ascensão) nas obras literárias desse momento. Por conta disso, o humanismo marcou o fim da Idade Média e o Início da Idade Moderna na Europa.

 

Período histórico

 

Em Portugal, o Humanismo estendeu-se entre 1434 a 1527 e teve como marco inicial a nomeação de Fernão Lopes como cronista-mor do Reino e, como marco de transição para o Renascimento, a volta do poeta Sá de Miranda da Itália, que trazia as novidades renascentistas.

 

Outro fator que contribuiu para o surgimento do humanismo foi o avanço científico, com as grandes navegações, invenção da bússola, Galileu provando a Teoria Heliocêntrica, entre outros marcos. Tudo isso deu ao homem uma postura mais cientificista e racionalista.

 

Características do humanismo

 

Como dito há pouco, o humanismo é marcado pelo pensamento racional e científico do homem. Logo, a Igreja Católica perde parte de sua influência, transformando a visão teocêntrica da sociedade para a visão antropocêntrica. São características gerais do humanismo:

 

  • Cientificismo: ciência em lugar de destaque;
  • Busca pela beleza e perfeição: proporções equilibradas e beleza perfeita;
  • Retomada do modelo clássico da Antiguidade: literatura e mitologia greco-romana;
  • Racionalidade: produção de conhecimentos sobre o ser humano e o mundo;
  • Valorização do corpo humano: foco nos detalhes que revelassem as expressões e desejos.

 

 

Principais produções do humanismo

 

Produções literárias

 

  • Poesia Palaciana: tendo como referência as cantigas do Trovadorismo, a poesia palaciana possuía uma estrutura textual mais elaborada e não era mais acompanhada por música, mas recitada dentro do palácio para a nobreza. Por isso, era recheada de normas e “perfeição”: redondilhas, ambiguidades, aliterações, assonâncias, figuras de linguagem, métrica, ritmo e expressividade.

 

  • Prosa: era dividida em crônicas historiográficas e crônicas ficcionais (novelas de cavalaria). A crônica ficcional foi uma adaptação das novelas de cavalaria do Trovadorismo.

 

Autores e outras obras humanistas

 

William Shakespeare: “Hamlet”, “Romeu e Julieta”;

Miguel de Cervantes: “O engenhoso fidalgo”, “Dom Quixote de La Mancha”, “Novelas Exemplares”;

Luís de Camões: “Os Lusíadas”.

 

  • Teatro: o teatro humanista português era um teatro popular e tinha como objetivo criticar a sociedade e discutir sua moral. Era dividido em autos e farsas. As obras teatrais mais famosas são os autos de Gil Vicente, como Auto da Barca do Inferno, Auto da Lusitânia e Auto da Visitação.

 

 

Por causa de sua influência, ocorreu essa onda de produções literárias chamada de “teatro vicentino”, que tinha como principais características o retrato dos costumes e tipos da sociedade portuguesa, crítica social, antropocentrismo, retrato psicológico dos personagens, presença de humor e comicidade, caráter moralizante e satírico.

 

Após todo esse conteúdo, partiu praticar com questões? Entre no grupo do Telegram e participe!

 

Confira outras coisas que podem te interessar:

Vetores no Enem: o que você precisa saber!

Brasil Colônia: o que preciso saber?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Ver Todas
Notícias

Neuralink e a medicina

Blog

Desistir não é uma opção

Notícias

Vestibular da Fuvest 2023 sofre mudanças pela USP

Quero saber tudo do mundo Med!