Redação: como estuda isso, gente?

Blog
Reading Time: 4 minutes

A redação é a prova mais importante do Enem e, por isso, muitos estudantes têm tanto medo dela. Mas será que realmente a redação é um bicho de sete cabeças? Será que não existe um meio de fazer redações de forma fácil? Afinal, como estuda isso, gente?

Primeiro passo: entenda o tema

É triste, mas você não vai nem saber por onde começar sem nem ter entendido o tema proposto. Uma dica para compreender o que o tema pede é destacar as palavras-chave e relacioná-las. Por exemplo, na redação do Enem 2021 o tema foi “Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil”. Em até 30 linhas, os estudantes tiveram que redigir uma dissertação-argumentativa propondo soluções para esse problema.

Já no Enem de  2019, o tema foi “Democratização do acesso ao cinema no Brasil”, temos como palavras-chave democratização, acesso, cinema e, claro, Brasil. O tema citado não quer saber apenas sobre cinema, não quer saber sobre a democratização de qualquer serviço, ele quer que você fale sobre o acesso ao cinema, se existe ou não essa democratização e quais os problemas enfrentados nesse meio. Entendeu?

Lembre-se que o tema sempre virá relacionado ao Brasil, por isso, fique atento na hora de pensar nos argumentos para trazê-los à realidade brasileira e não ficar algo muito amplo. Outra dica para entender o tema é ler os textos motivadores, afinal, eles não estão ali à toa. Eles servem de norte para que você compreenda o que o tema quer que você escreva.

Texto dissertativo-argumentativo

Entendido o tema, é importante que você saiba o tipo de texto que está produzindo. Afinal, para saber como escrevê-lo, você precisa saber sua estrutura e seu objetivo principal. A redação do Enem é um texto dissertativo-argumentativo, ou seja, é um texto no qual você constrói e defende seu ponto de vista. Portanto, você deve apresentar uma tese inicial e os argumentos que embasam o seu ponto de vista, a fim de desenvolvê-los no corpo do texto.

Baixe a nossa folha de redação!

Estrutura de uma redação dissertativo-argumentativa

Como eu disse agorinha, você precisa saber a estrutura desse tipo de texto. A redação dissertativa-argumentativa é dividida em três partes:

  • Introdução: tese e ponto de vista
  • Desenvolvimento: argumentos
  • Conclusão: proposta de intervenção

Introdução

A introdução exige que você contextualize o tema, seja por meio de uma série, um filme, uma música, um documento oficial (como a Constituição ou um Tratado), um livro, enfim, o que você tiver nas mãos que sirva de contextualização para o tema.

Por exemplo, digamos que o tema seja “saúde pública no Brasil”. Você pode contextualizá-lo utilizando a Constituição Federal de 88, que afirma que saúde é um dos direitos básicos de todo cidadão brasileiro. Consegue distinguir?

Além disso, é na introdução que você problematiza o tema e apresenta seus eixos argumentativos, que serão desenvolvidos logo a seguir.

Desenvolvimento

O desenvolvimento vem após a introdução, contendo, geralmente, dois a três parágrafos. É aqui que você vai retomar seus eixos argumentativos da introdução e defender por que eles contribuem para a problemática que você propôs.

Continuando com o tema “saúde pública no Brasil”, mas agora de uma forma mais específica: “Atendimento à comunidade LGBT na saúde pública no Brasil”. Vamos problematizar e defender um ponto de vista, vamos dizer que esse atendimento não se dá de forma igual quando comparado ao público heteronormativo. Por quê?

  • Eixo argumentativo 1: muitos profissionais da saúde não se atualizam nos temas de saúde LGBT e os os atendem seguindo um padrão heteronormativo
  • Eixo argumentativo 2: o preconceito persistente na sociedade brasileira implica em uma visão errônea da saúde LGBT, espelhando-se no atendimento

Claro que você pode pensar em eixos argumentativos diferentes e bem melhores que o meu, mas acho que deu pra entender o caminho, né?

Agora, separando um parágrafo por eixo, você vai desenvolvê-lo e defendê-lo, utilizando dados, referências, atualidades e até mesmo os textos motivadores. Mas pelo amor de Deus, NÃO COPIE OS TEXTOS MOTIVADORES! Isso classifica-se como plágio, o que vai fazer com que você perca uma nota absurda!

Atualidades para o Enem: União Europeia

Atualidades para o Enem: Entenda o Desmatamento na Amazônia

Conclusão

Calma, estamos quase acabando… Chegando na conclusão, você deve retomar o seu ponto de vista, fazendo uma síntese de tudo o que você disse. Depois você vai apresentar sua proposta de intervenção, que consiste na solução do problema que você atingiu.

A proposta de intervenção deve conter 5 critérios:

  • agente (quem faz?);
  • ação (o que faz?);
  • modo/meio (como faz?);
  • finalidade (para que/quem faz?);
  • detalhamento.

Atendendo a todos esses critérios, é muito difícil que você não consiga atingir a nota 200 na última competência da redação.

Como chegar na nota 1000 da redação?

A pergunta de 1 milhão de reais! Tal qual um atleta medalha de ouro, para chegar na nota 1000 você tem que treinar. Recomenda-se uma redação por semana, sobre os mais diversos assuntos. Se manter atualizado para ter um bom repertório sócio-cultural é indispensável. Tire um tempinho para ler notícias, jornais, podcasts, o que você preferir.

Além disso, você pode ficar ligado nas lives que fazemos com convidados mais que especiais. Já tivemos live com Camila Ferreira, especialista em TRI, com a Prof. Vina Queiroz, ex-corretora do Enem e muitos outros conteúdos!

Depois de todas essas dicas, eu duvido que sua nota na redação não aumente, medaholic! Vamos fechar um acordo: depois de ter lido essa matéria, toda vez que você tirar uma redação 900+, marca a gente lá nos stories do Insta, beleza? Quero ver muita marcação, hein?

Confira outras coisas que podem te interessar:

Como tirar nota mil na redação do Enem

Faltam 180 dias até o Enem, e você consegue passar em medicina

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Ver Todas
Notícias

Reprodução assistida no Brasil: CFM publica atualização

Notícias

Internato em medicina: É a melhor fase do curso?

Blog

Estratégias para escrever uma boa redação no Enem

Cadastre-se e garanta o melhor guia
para a sua aprovação em medicina