Cursar medicina na UFRGS? Aproveite essa chance

Notícias
Reading Time: 2 minutes

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) divulgou o edital para vários vestibulares incluindo o vestibular de medicina para ingresso em 2022. Você não vai perder a chance de cursar medicina na UFRGS, né? São 98 vagas de medicina que estão em jogo. São 49 vagas para o primeiro semestre de 2022 e 49 vagas para o segundo semestre.

 

Ah mas e como é que faz para se inscrever?

Para se inscrever é bem simples, viu? É só acessar o site da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e realizar a inscrição entre 24 de novembro e 10 de dezembro. E ahha… lembre se de pagar o valor de R$145,00 da taxa de inscrição.

 

E a prova?

Segundo o Edital, “ se as condições sanitárias em dezembro de 2021 forem compatíveis à realização presencial. Os locais de aplicação do teste serão Porto Alegre, Bento Gonçalves, Canoas, Gravataí, Imbé, Novo Hamburgo e Tramandaí nos dias nos dias 12 e 13 de fevereiro de 2022”

 

E o que vai cair?

“Nove provas objetivas de escolha múltipla, de conhecimentos das

matérias do núcleo comum do Ensino Médio, e uma prova de redação em Língua Portuguesa.”

No dia 12 de fevereiro serão aplicadas as provas de: História, Língua Portuguesa, Literatura em Língua Portuguesa, Matemática e Redação.

No dia 13 de fevereiro serão aplicadas as provas de Biologia, Física, Geografia, Língua Estrangeira Moderna e Química.

 

E o resultado?

A divulgação dos resultados do vestibular de medicina da UFRGS será feita mediante publicação da Lista dos Classificados (Listão) no site da Universidade até 25/02/2022.

 

mais informações estão disponíveis no Edital do vestibular de medicina da UFRGS

Confira algumas coisinhas que podem te interessar:

Saiba quais mudanças ocorrerão no Enem este ano

Se interessa pelo mundo da pediatria? Então não perca esse fórum da CFM 

Curse Medicina no Nordeste

Você sabe o que a prova do Enem quer?

Veja também

Ver Todas
Notícias

O que será do Novo Enem?

Notícias

MUDANÇAS NO PROUNI

Matérias

Valores de mensalidade no Sudeste

Quer o MEM na palma da mão?